s Queiroz Odontologia - Notícias

notícias

30 de September 2018

Dor de dente: O que é? Quais as causas? E como evitar?

O que é dor de dente?

As dores de dentes são um problema que atinge grande parte da população de diversas idades. Por definição, é qualquer dor que atinge os dentes variando em intensidade, de leve e moderada a severa.

A dor de dente é um desconforto físico muito comum no dente ou ao redor dele. Às vezes, a dor de dente pode ser muito forte a ponto de ser descrita como insuportável. Possui causas variadas e resulta em grande incômodo para o paciente, pode ser no próprio dente ou em regiões próximas a ele, atingindo o maxilar e a face.

A dor de dente é considerada por muitos uma das piores sensações de dor que um ser humano pode enfrentar durante a sua vida. Para se ter uma ideia, a maior parte das pessoas descreve-a como sendo insuportável, intensa, aguda, muito forte, infernal, latejante, pulsante.

Você concorda?

E quais as causas da dor de dente?

Há diversas causas relacionadas às dores de dentes, sendo que a mais comum é a presença de cáries que, por sua vez, é causada pela má higiene bucal.

Dentre as causas de dores de dentes, destacam-se a cárie, problemas na polpa do dente e na gengiva, sensibilidade a alimentos quentes ou frios, desgaste do esmalte, abscessos, bruxismo, lesão ou infecção dental, problemas da articulação temporo-mandibular, restaurações de dentes danificadas, etc.

Cáries dentárias são a maior causa da dor de dentes. A cárie dentária é, em termos simples, uma cavidade nas camadas externas do dente (esmalte e dentina), e é apenas quando uma pessoa sofre de dor de dente que, por vezes, se percebe que tem uma cárie.

Neste ponto, é válido reforçar que cáries não tratadas, além de dor, podem eventualmente ocasionar a perda de dentes. Nesse tipo de caso, a solução posterior podem ser os implantes dentários, que permitem a reabilitação do sorriso.

Nos estágios iniciais de uma cárie, a dor de dentes é geralmente causada pela sensibilidade do dente ao quente e ao frio, ou devido à presença de bactérias. À medida que a cárie se agrava, faz surgir a verdadeira dor de dentes, pois pode já ter atingido a polpa do dente e ter dado origem a uma infecção.

Sintomas da dor de dente

Os sintomas das dores de dentes mais comuns incluem a dor propriamente dita e podem incluir dor em torno do dente ou na gengiva. A dor causada pode ser intensa e esporádica, latejante ou moderada, mas constante. Algumas pessoas só a sentem quando se exerce pressão na área afetada.

Sintomas de dor de dentes adicionais incluem inchaço da gengiva ao redor do dente afetado, uma ligeira febre ou dor de cabeça e, às vezes, poderá haver uma fístula devido a uma possível infecção.

Embora a dor de dentes possa ir e vir de tempos em tempos, você deve consultar um dentista se sentir qualquer desses sintomas por um período que dure mais de 1-2 dias.

A dor de dentes normalmente aparece de repente e pode variar de um leve desconforto a uma dor de intensidade severa. Essas dores podem se irradiar para o maxilar, cabeça e ouvido.

A dor normalmente piora quando se come ou bebe. Se a dor é causada por sensibilidade, ela piora ao ingerir alimentos ou bebidas muito quentes ou frios. As dores também podem piorar ao se deitar, pois aumenta a pressão sobre o dente.

Diagnóstico da dor de dente

O diagnóstico da dor de dente é feito pelo cirurgião-dentista, que analisará o quadro clínico do paciente e verificará as causas da dor. Diversas técnicas podem ser utilizadas para auxiliar na descoberta da causa das dores como análise visual dos dentes, uso de raio-X e até tomografia para verificar a presença de cáries, fraturas no osso, etc.

Tratamento da dor de dentes

Para tratar a dor de dente, é importante descobrir a causa da mesma.

Obviamente, um exame odontológico será necessário para obter o diagnóstico correto. O seu dentista irá ser capaz de dar-lhe o devido tratamento para a sua dor de dentes com base na causa da mesma.

Cáries dentárias são normalmente tratadas com restaurações e, apenas em certos casos, são necessários outros remédios. Se não for tratada, uma cárie pode progredir para uma fase onde o dente fica realmente infectado. Nessa altura, só um tratamento de canal poderá salvar o dente de ser extraído.

Se a causa da dor de dentes é uma doença na gengiva, o tratamento torna-se um pouco mais complexo. Nos estados iniciais da doença gengival, o tratamento é muito simples, inclui a remoção da placa bacteriana, juntamente com boas práticas de higiene dental.

Se a doença da gengiva progrediu para uma das últimas fases, este tratamento é combinado com os procedimentos mais avançados, a fim de tentar restaurar a sua saúde oral. Não só é necessária uma limpeza completa dos dentes, mas também as raízes dos dentes devem ser limpas.

É sempre importante que as dores de dentes sejam logo tratadas, pois, além de garantir uma melhora na qualidade de vida do paciente, evita que possíveis infecções se espalhem pelos seios perinasais e pelo osso maxilar, causando septicemia.

Se você está com dor de dente, busque a ajuda de um especialista! Entre em contato com a nossa Clínica Odontológica, teremos o maior prazer em poder ajuda-lo!